Pular para o conteúdo principal


GEORGE MULLER E SUA ORAÇÃO DE FÉ

George Muller não tinha posses, mas tinha fé. Ele conseguiu construir muitos orfanatos na Inglaterra.
Certa manhã, sentou-se à mesa com os meninos do orfanato para o café da manhã e não havia nada para comer. Os maiores, sabendo da despensa vazia, estavam preocupados e temerosos.
George Muller orou, como sempre, ardentemente. Agradeceu pela provisão do pai amoroso e deu graças pelo alimento que ninguém, ali, podia ver.
Dez minutos depois, um padeiro bateu à porta, dizendo:
_A senhora daquela casa no alto da montanha encomendou muitos pães para uma festa. Quando fui entregar, ela reclamou que os pães estavam tostados, mas eles estão ótimos, pode ver. Estava passando aqui em frente e senti uma vontade muito forte de perguntar se vocês não queriam aceitar estes pães como oferta. Talvez possam ser úteis aqui!
George Muller disse que (o começo da fê é o fim da ansiedade e o começo da ansiedade é o fim da fé).
A fé é a certeza das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem - Hb 11.1.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O AMOR É A RESPOSTA
Marido ideal é aquele que entende o que a mulher não disse.